Deputados trocam discursos na tribuna pelos pequenos avisos
02/09/2020 14h33

O tempo de dois minutos destinados aos pequenos avisos foi usado por vários deputados na sessão presencial desta quarta-feira (2). O João de Deus (PT) convidou os colegas parlamentares para a audiência pública que será realizada às 9 horas desta quinta-feira (3), na Comissão de Saúde e Educação. De acordo com João de Deus, a audiência tem como objetivo tratar da saúde pública no Estado, onde serão discutidos o retorno dos serviços de alta e média complexidade e ambulatoriais, que foram suspensos, durante a pandemia da covid-19.

Foram convidados, o secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, e representantes da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e dos grandes hospitais de Teresina, da Maternidade Evangelina Rosa e da Central de Regulação.

Salário mínimo - O deputado Paulo Martins (PT) disse que está muito preocupado com a decisão do Governo Federal de mandar para o orçamento para o Congresso Nacional, um aumento de apenas 22 reais no salário mínimo. “Estou pedido ao Congresso Nacional que se una à bancada de outros Estado e que não aceite esse salário ridículo. Nós precisamos criar condições de criar e de melhorar a economia desse País e colocar dinheiro nas mãos de quem mais precisa, para comer e para comprar, que é a população pobre”.

Obra em Piripiri - A deputada Jôve Oliveira (PTB) destacou  a instalação em Piripiri, do Serviço Nacional de Aprendizagem  Comercial, prevista para o final de dezembro, em terreno doado por Edvaldo Lira. “A obra tem um propósito importantíssimo que é levar educação para a população piripiriense. A obra irá atender 20 mil alunos por ano. Estamos solicitando ao governador Wellington Dias, a um projeto de mobilidade urbana para toda a área da região dos Residenciais Petecas I,II, III e IV”.

Saúde mental - A deputada Teresa Britto (PV) chamou a atenção da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) para o desmonte da saúde mental no Estado. “O Estado do Piauí tem apenas uma gerência de saúde mental, a política de saúde mental é  imprescindível, com a Covid acentuou os problemas de saúde mental nas pessoas”.

Tempo das falas - 
O deputado Marden Menezes (PSDB) pediu que a Mesa Diretora dos trabalhos controle a duração das falas nos pequenos avisos, uma vez que alguns colegas fazem longos pronunciamentos. Marden Registrou a visita de candidatos a prefeito nos municípios de Joaquim Pires e Itainópolis ao seu gabinete. E concluiu lembrando que a prefeitura de Piripiri assinou contrato com o FINISA, no valor de R$ 14 milhões para aplicação em obras de mobilidade urbana.

Aniversário do TCE - O aniversário de 121 anos do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE) foi lembrado pelo deputado  Francisco Limma (PT), segundo o parlamentar, o TCE é considerado a mais antiga corte do Brasil, e parabenizou o presidente da instituição, Abelardo Vila Nova. Bem como a todos os conselheiros e membros da equipe técnica, daquela instituição.

Francisco Limma também fez o registro de uma ação realizada pelo governador Wellington Dias, juntamente com a equipe do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária do Piauí, presidido pelo senhor Chico Lucas, que entregaram 574 títulos de terras às famílias da comunidade Santa Clara, no município Canto do Buriti.

Processos contra Lula - A deputada Flora Izabel (PT) comentou os processos relacionados ao ex-presidente Lula, julgado sem provas, segundo ela. Os processos não foram julgados diante da lei está sendo julgado sem provas.  “Venho deixar nos anais desta Casa que já é a quinta ação penal proposta contra o presidente Lula, que foi rejeitada pela Justiça, até o momento”.

Lindalva Miranda/Raimundo Cazé - Edição: Katya D'Angelles 

O presidente estadual do PTB, ex-senador João Vicente Claudino, reagiu às declarações do prefeito Firmino Filho (PSDB), sobre sua escolha em apoiar o pré-candidato à Prefeitura de Teresina Fábio Abreu (PL). João Vicente disse não enteder as declarações do prefeito e afirma que na história política do Piauí, o PSDB ajudou na projeção política do governador Wellington Dias (PT). 

"Ele coloca muito a ideia do PT à minha pessoa. Em 1998, o PSDB fez a coligação mais esquisita que foi PSDB e PT. Dessa coligação nasceu o deputado Wellington Dias. Quem deu o maior impulso e projeção à liderança de Wellington Dias foi o próprio PSDB", afirmou.

Em entrevista ao Cidadeverde.com, na última segunda-feira(31), Firmino Filho se disse surpreso com o apoio do PTB à pré-candidatura de Fábio Abreu. O prefeito chegou a dizer que João Vicente já demonstra de que lado estará em 2022. 

"Da mesma forma que tem que ser colocado o vice do PSDB. De maneira surpreendente e visto com muita estranheza. Primeiro, nas palavras do prefeito tem duas coisas que não entendi: o PTB não compõe a estrutura da Prefeitura e o partido não esteve com Firmino em 2016. Temos um relacionamento cordial. O fato de não caminhamos juntos agora, o prefeito não vai gastar uma folha de papel para exonerar ninguém.  Não existe nenhum cargo do PTB na Prefeitura. Não reclamamos nada. Nunca vinculamos apoio político a cargos", disse.

João Vicente nega que o apoio a Fabio Abreu tenha ligação com 2022.

"Segundo, nas palavras do prefeito, ele é mais preocupado com 2022 do que com 2020. Sempre tivemos uma posição clara. Em Teresina, em 2004 e 2008, estivemos com PSDB e em 2006 fizemos uma coligação com Wellington Dias. Em 2010 fui candidato a governador e nunca vinculamos uma coisa a outra. Nunca tratamos do que ia acontecer em 2020. Será o mesmo que vai acontecer em 2022. Até porque o histórico do prefeito não leva a união de estrategia de uma eleição para outra", destacou o ex-senador.

Decisão de apoiar Fábio Abreu

João Vicente Claudino diz que ouviu todas as lideranças do PTB para tomar a decisão de seguir com Fábio Abreu. Ele afirma que o partido segue unido.

"Discutimos abertamente para efetivar essa decisão. Não foi unicamente minha ou da comissão provisória. Foi compartilhada por todas as lideranças do PTB. Participaram, foram ouvidos e valorizados. No momento que convergimos para a coligação, foram acertadas todas as arestas. Isso para que pudéssemos caminhar de forma firme. Vamos fazer uma campanha por Teresina e fazer uma cidade melhor", afirmou.

Ele afirma que não vai cobrar a indicação de vice. O ex-senador diz que ajudar na escolha do nome, independente do partido. 

"Nunca colocamos uma condição impositiva para Fábio Abreu. Ele é ciente disso. Quero ajudá-lo na articulação e ajudar a fortalecer a coligação e encontrar nome. A  composição da chapa tem que ajudar a fortalecer a coligação e encontrar nomes. A construção de chapa tem que levar a sinalização de equilibrio, independente de sigla. Queremos encontrar o equilíbrio", afirmou. 

João Vicente se reuniu na manhã desta quarta-feira(02) com Fábio Abreu. Eles discutiram a indicação do vice. O nome deve ser anunciado até o dia 16, data da convenção.

O tempo de dois minutos destinados aos pequenos avisos foi usado por vários deputados na sessão presencial desta quarta-feira (2). O João de Deus (PT) convidou os colegas parlamentares para a audiência pública que será realizada às 9 horas desta quinta-feira (3), na Comissão de Saúde e Educação.

De acordo com João de Deus, a audiência tem como objetivo tratar da saúde pública no Estado, onde serão discutidos o retorno dos serviços de alta e média complexidade e ambulatoriais, que foram suspensos, durante a pandemia da covid-19.

Foram convidados, o secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, e representantes da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e dos grandes hospitais de Teresina, da Maternidade Evangelina Rosa e da Central de Regulação.

Salário mínimo  

O deputado Paulo Martins (PT) disse que está muito preocupado com a decisão do Governo Federal de mandar para o orçamento para o Congresso Nacional, um aumento de apenas 22 reais no salário mínimo. “Estou pedido ao Congresso Nacional que se una à bancada de outros Estado e que não aceite esse salário ridículo. Nós precisamos criar condições de criar e de melhorar a economia desse País e colocar dinheiro nas mãos de quem mais precisa, para comer e para comprar, que é a população pobre”.

Obra em Piripiri 

A deputada Jôve Oliveira (PTB) destacou  a instalação em Piripiri, do Serviço Nacional de Aprendizagem  Comercial, prevista para o final de dezembro, em terreno doado por Edvaldo Lira. “A obra tem um propósito importantíssimo que é levar educação para a população piripiriense. A obra irá atender 20 mil alunos por ano. Estamos solicitando ao governador Wellington Dias, a um projeto de mobilidade urbana para toda a área da região dos Residenciais Petecas I,II, III e IV”.


Saúde mental 

A deputada Teresa Britto (PV) chamou a atenção da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) para o desmonte da saúde mental no Estado. 
“O Estado do Piauí tem apenas uma gerência de saúde mental, a política de saúde mental é  imprescindível, com a Covid acentuou os problemas de saúde mental nas pessoas”. 

O deputado Marden Menezes (PSDB) pediu que a Mesa Diretora dos trabalhos controle a duração das falas nos pequenos avisos, uma vez que alguns colegas fazem longos pronunciamentos. Marden Registrou a visita de candidatos a prefeito nos municípios de Joaquim Pires e Itainópolis ao seu gabinete. E concluiu lembrando que a prefeitura de Piripiri assinou contrato com o FINISA, no valor de R$ 14 milhões para aplicação em obras de mobilidade urbana.

Aniversário do TCE e documentos de terras 
 
O aniversário de 121 anos do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE) foi lembrado pelo deputado  Francisco Limma (PT), segundo o parlamentar, o TCE é considerado a mais antiga corte do Brasil, e parabenizou o presidente da instituição, Abelardo Vila Nova. Bem como a todos os conselheiros e membros da equipe técnica, daquela instituição.

Francisco Limma também fez o registro de uma ação realizada pelo governador Wellington Dias, juntamente com a equipe do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária do Piauí, presidido pelo senhor Chico Lucas, que entregaram 574 títulos de terras às famílias da comunidade Santa Clara, no município Canto do Buriti.

Lula 
 
A deputada Flora Izabel (PT) comentou os processos relacionados ao ex-presidente Lula, julgado sem provas, segundo ela. Os processos não foram julgados diante da lei está sendo julgado sem provas.  “Venho deixar nos anais desta Casa que já é a quinta ação penal proposta contra o presidente Lula, que foi rejeitada pela Justiça, até o momento”.

Lindalva Miranda/Raimundo Cazé 

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí