Frente Parlamentar vai criar grupo de estudos para analisar leis do setor agropecuário
10/10/2019 13h33

 

 
A primeira reunião da Frente Parlamentar da Agropecuária aconteceu na manhã desta quinta-feira (10) e o primeiro encaminhamento acertado foi a divisão da Frente em grupos específicos para analisar e debater legislações e demandas apresentadas pelos vários setores da agropecuária no Estado. Segundo o presidente da Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja PI), Alzir Neto, uma comissão já está analisando o Projeto de Regularização Fundiária apresentado pelo Governo do Estado na Assembleia Legislativa do Estado.
 
“Já temos conversado com o Governo do Estado que é sensível as demandas da agropecuária. Também já foi acertado que a Aprosoja Piauí será o suporte técnico do Instituto de Terras do Piauí (Interpi) no processo de regularização fundiária do Estado”, disse Alzir Neto.
 
O coordenador das Câmara Setoriais do Estado, Sérgio Vilela, parabenizou os deputados pela criação da Frente Parlamentar e chamou a atenção dos parlamentares para as demandas dos vários setores. “Hoje nós temos demandas de vários municípios que são apresentados na Câmara Setorial, demandas que são urgentes para o desenvolvimento da apicultura, fruticultura e muitas outras áreas e que podem ser resolvidas e um deputado pegar essa demanda e lutar por ela”, disse Sérgio Vilela.
 
Alisson Pego, superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no Piauí, colocou a instituição à disposição da Frente Parlamentar. “A economia no agronegócio está estagnada e a Conab está a disposição da Frente para que esse cenário mude. Temos muitas demandas em nosso Estado, uma das mais urgentes é a questão da infraestrutura para o escoamento da produção”, disse.
 
O ex-prefeito de Ribeiro Gonçalves, Agamenon Franco, lembrou que desde a década de 90 a agropecuária e o agronegócio clamam por infraestrutura no Piauí. “Assistir o agronegócio nascer no sul do Piauí, mas infelizmente até hoje o que falta é gestão para dar infraestrutura e fazer o Piauí ser um dos mais ricos do país”, disse.
 
Rômulo Vieira, presidente da Câmara Setorial de Biotecnologia, pediu o empenho da Frente Parlamentar e disse que o agronegócio é indispensável para o desenvolvimento do Piauí.
 
O deputado Zé Santana (MDB) parabenizou o deputado Henrique Pires pela criação da Frente Parlamentar e levantou a questão da segurança jurídica nos processos que envolvem o agronegócio no Estado. “Todas as legislações que envolvem o agronegócio e a regularização fundiária precisa ter uma segurança jurídica muito grande. Temos que ter o compromisso na defesa das lagislações, tanto as atuais como as anteriores, e manter um diálogo permanente com todos os envolvidos”, defendeu.
 
A Frente Parlamentar da Agropecuária tem como presidente do deputado Henrique Pires (MDB) e é composta pelos deputados Severo Eulálio (MDB), João Madison (MDB), Themistocles Filho (MDB), Zé Santana (MDB), Júlio Arcoverde (Progressistas), Firmino Paulo (Progressistas), Nerinho (PTB), Franzé Silva (PT), Gustavo Neiva (PSB), Georgiano Neto (PSD) e Cel. Carlos Augusto (PR).

A primeira reunião da Frente Parlamentar da Agropecuária aconteceu na manhã desta quinta-feira (10) e o principal encaminhamento acertado foi a divisão dos trabalhos em grupos específicos para analisar e debater legislações e demandas apresentadas pelos vários setores da agricultura e pecuária no Piauí.
Segundo o presidente da Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja-PI), Alzir Neto, uma comissão já está analisando o Projeto de Regularização Fundiária encaminhado pelo Executivo à Assembleia Legislativa.
“Já temos conversado com o Governo do Estado, que é sensível as demandas da agropecuária. Também já foi acertado que a Aprosoja será o suporte técnico do Instituto de Terras do Piauí (Interpi) no processo de regularização fundiária do Estado”, adiantou Alzir Neto.

O coordenador das Câmara Setoriais do Estado, Sérgio Vilela, parabenizou os deputados pela criação da Frente Parlamentar e chamou a atenção dos parlamentares para as demandas de vários setores. “Hoje nós temos demandas de vários municípios que são apresentados na Câmara Setorial, demandas que são urgentes para o desenvolvimento da apicultura, fruticultura e muitas outras áreas, que podem ser resolvidas. Um deputado pegar essa demanda e lutar por ela”, propôs Sérgio Vilela.
Alisson Pego, superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no Piauí, colocou a instituição à disposição da Frente Parlamentar. “A economia no agronegócio está estagnada e a Conab está a disposição da Frente para que esse cenário mude. Temos muitas demandas em nosso estado, uma das mais urgentes é a questão da infraestrutura para o escoamento da produção”, afirmou o superintendente.

O ex-prefeito de Ribeiro Gonçalves, Agamenon Franco, lembrou que desde a década de 90 a agropecuária e o agronegócio clamam por infraestrutura no Piauí. “Assisti o agronegócio nascer no Sul do Piauí, mas infelizmente, até hoje, o que falta é gestão para dar infraestrutura e fazer o Piauí ser um dos mais ricos do país”, lamentou.
Rômulo Vieira, presidente da Câmara Setorial de Biotecnologia, pediu empenho da Frente Parlamentar para o agronegócio, que ele considera indispensável para o desenvolvimento do Piauí.
O deputado Zé Santana (MDB) parabenizou o deputado Henrique Pires pela criação da Frente Parlamentar e levantou a questão da segurança jurídica nos processos que envolvem o agronegócio no Estado. “Todas as legislações que envolvem o agronegócio e a regularização fundiária precisa ter uma segurança jurídica muito grande. Temos que ter o compromisso na defesa das lagislações, tanto as atuais como as anteriores, e manter um diálogo permanente com todos os envolvidos”, defendeu.

A Frente Parlamentar da Agropecuária tem como presidente do deputado Henrique Pires (MDB) e é composta pelos deputados Severo Eulálio (MDB), João Madison (MDB), Themistocles Filho (MDB), Zé Santana (MDB), Júlio Arcoverde (Progressistas), Firmino Paulo (Progressistas), Nerinho (PTB), Franzé Silva (PT), Gustavo Neiva (PSB), Georgiano Neto (PSD) e Cel. Carlos Augusto (PR).

Laryssa Saldanha - Ediação: Katya D'Angelles

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí