Deputada Lucy visita centro de zoonoses
03/12/2019 12h39

 

Centro de Zoonoses recebe visita da deputada Lucy
Com o objetivo de conhecer as dependências da Gerência de Zoonoses e discutir ações para aperfeiçoar o serviço, a deputada estadual Lucy (PP) realizou visita ao local, segunda-feira (02). O estabelecimento é gerenciado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) e visa realizar ações de vigilância, prevenção e controle de zoonoses (doenças transmitidas de animais para pessoas), de endemias e de acidentes provocados por animais peçonhentos.
Segundo a parlamentar, a Fundação irá estudar a possibilidade de aumentar a quantidade de castração gratuita de cães e gatos ofertada à população de baixa renda. Ela afirmou ainda que após repercussão de vídeo de suposta apreensão incorreta de animais, a FMS, como conduta padrão, instaurou processo administrativo para apurar a conduta daqueles servidores em específico.
Outra questão levantada pela deputada Lucy é de que o trabalho em prol da causa animal depende da articulação de diversas instituições e da sociedade no geral. “Os proprietários de animais domésticos, por exemplo, devem ter sempre a consciência de que cães e gatos não são objetos, eles são seres sencientes e precisam de uma série de cuidados durante toda a vida”, conclui ela.
A visita foi coordenada por Oriana Bezerra, gerente da Gezoon da FMS, que explicou que as ações realizadas pela Gerência de Zoonoses são extremamente relevantes para a saúde pública de Teresina. “A Gerência de Zoonoses não se resume apenas em recolhimento de cães e gatos com potencial de transmitir doenças à população. Temos programas de controle de raiva, dengue, leishmaniose visceral, animais sinantrópicos e roedores”, afirma.
A Gerência de Zoonoses também oferece outros serviços, como a orientação veterinária, a campanha antirrábica e a realização de exames para diagnóstico de raiva e leishmaniose. “Não existe casos de raiva humana em Teresina, graças a um trabalho de vigilância, prevenção e controle de zoonoses. A capital também não registra epidemia de dengue. Sobre a malária, a região não é propícia a ter essa doença, mas seguimos mantendo a vigilância”.
A gerente ainda informou em quais casos o órgão realiza o recolhimento de animais. "A Gezoon pode recolher animais em caso de agressões a pessoas para observar se há evolução de algum sintoma da raiva. Passado esse período, se o animal não apresentar evolução dos sinais neurológicos, é liberado para retorno ao domicílio. O recolhimento também acontece se eles forem diagnosticados com alguma doença, como calazar."


Com o objetivo de conhecer as dependências da Gerência de Zoonoses e discutir ações para aperfeiçoar o serviço, a deputada estadual Lucy (PP) realizou visita ao Centro de Zoonoses. O estabelecimento é gerenciado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) e visa realizar ações de vigilância, prevenção e controle de zoonoses (doenças transmitidas de animais para pessoas), de endemias e de acidentes provocados por animais peçonhentos.

Segundo a parlamentar, a Fundação irá estudar a possibilidade de aumentar a quantidade de castração gratuita de cães e gatos ofertada à população de baixa renda. Ela afirmou ainda que após repercussão de vídeo de suposta apreensão incorreta de animais, a FMS, como conduta padrão, instaurou processo administrativo para apurar ação dos servidores envolvidos no caso.

Outra questão levantada pela deputada Lucy é de que o trabalho em prol da causa animal depende da articulação de diversas instituições e da sociedade no geral. “Os proprietários de animais domésticos, por exemplo, devem ter sempre a consciência de que cães e gatos não são objetos, eles são seres sencientes e precisam de uma série de cuidados durante toda a vida”, conclui ela.

A visita foi coordenada por Oriana Bezerra, gerente da Gezoon da FMS, que explicou que as ações realizadas pela Gerência de Zoonoses são extremamente relevantes para a saúde pública de Teresina. “A Gerência de Zoonoses não se resume apenas em recolhimento de cães e gatos com potencial de transmitir doenças à população. Temos programas de controle de raiva, dengue, leishmaniose visceral, animais sinantrópicos e roedores”, afirma.

A Gerência de Zoonoses também oferece outros serviços, como a orientação veterinária, a campanha antirrábica e a realização de exames para diagnóstico de raiva e leishmaniose. “Não existe casos de raiva humana em Teresina, graças a um trabalho de vigilância, prevenção e controle de zoonoses. A capital também não registra epidemia de dengue. Sobre a malária, a região não é propícia a ter essa doença, mas seguimos mantendo a vigilância”.

A gerente ainda informou em quais casos o órgão realiza o recolhimento de animais. "A Gezoon pode recolher animais em caso de agressões a pessoas para observar se há evolução de algum sintoma da raiva. Passado esse período, se o animal não apresentar evolução dos sinais neurológicos, é liberado para retorno ao domicílio. O recolhimento também acontece se eles forem diagnosticados com alguma doença, como calazar."

 

Ascom Parlamentar - Edição: Katya D'Angelles


Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí