Alepi

A ASSEMBLEIA | GALERIA DE FOTOS | WEBMAIL | NOTÍCIAS | FALE CONOSCO | OUVIDORIA |
18-05-17 16:07

Robert faz discurso contra corrupção generalizada

 

 


Os últimos acontecimentos ocorridos no Brasil, dês de o início da noite de ontem, envolvendo o presidente da República, Michel Temer, assim como também a onda de corrupção existente no país, provocada por políticos, de modo geral, foi o tema do     da fala do deputado Robert Rios Magalhães (PDT), nesta quinta-feira, dia 18, no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi).

 

 

“Hoje é um dia único na vida nacional. Hoje é um dia em que a nação inteira acordou apavorada com os escândalos da República. Aquilo que vivíamos dizendo aqui, há mais de um ano, que só eleição direta salva o Brasil, hoje é quase uma obrigação. Como é que o Temer, que foi duas vezes vice da Dilma, ela envolvida em todas as roubalheiras  do BNDS, junto com o Lula, da Petrobras, envolvidos até o pescoço, ele poderia ser inocente. O Temer fazia parte de toda essa podridão da República, desses últimos anos”, observou o parlamentar.

 

Segundo ele, faz parecer que a eleição passada, para presidente, foi disputada por grupos e associações criminosas. De um lado Aécio e do outro, Dilma e Temer. O deputado afirmou é impossível a pátria entrar em comunhão, nesse momento, se não for pelas eleições diretas, porque estão sendo clamadas pelo povo, pelos trabalhadores, operários que pedem o fim de Temer e pedem eleição direta.

 

Robert Rios observou que Temer está totalmente abandonado por ministros que vão entregar seus cargos no governo Temer e que não pode permanecer mais um dia sequer, sentado na cadeira da Presidência da República. E disse ainda que o presidente deveria ter a dignidade de renunciar. De acordo com  o deputado, o presidente da Câmara Federal, para assumir o cargo, porque  este também é investigado, assim como  também não tem moral, o presidente do Senado, por ser alvo de investigações. Ele comentou sobre a dupla de irmãos empresários do ramo de frigoríficos, assaltavam o país, no governo de Lula e que tinham uma certa cumplicidade  também com o filho do presidente Lula.  E essa mesma dupla acerta com o presidente de dar quinhentos mil, para o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, por mês, para que este não fizesse delação premiada.

 

O parlamentar  também enfatizou e elogiou o trabalho brilhante, da Polícia Federal (PF), onde até procurador da República foi preso. Na opinião do deputado, quem deveria assumir a presidência do Brasil seria a ministra do Supremo Federal, Carmem Lúcia e logo depois, ela deveria convocar eleições diretas.

 

Robert  falou também sobre o estado do Piauí, que segundo ele, não difere do que está ocorrendo em Brasília, e que no Piauí, secretários estão roubando e até vereadores do interior estão recebendo “mensalinho”, de secretário que pensa em ser deputado.  Ele disse ainda que é preciso que o povo de mobilize, porque hoje já são 14 milhões de desempregados e que essa situação pode piorar ainda mais.

 

“Eu não quero que esse extraordinário partido que é PMDB, o PMDB de Tancredo,  de Ulisses e tantos outros, cometa a mesmo erro do PT, de ficar o tempo todo defendendo ladrão. Nós precisamos conhecer que estamos e estivemos errados, e que queremos uma nova oportunidade para consertar o país. Não há Brasil com Michel Temer. O Brasil só será feliz se ele deixar a República o mais rápido possível”

 

APARTE - O Dr. Pessoa (PSD) pediu aparte para parabenizar o deputado Robert Rios, por sua fala e enfatizou que o caminho apontado pelo orador está certo, porque apenas a eleição direta é uma saída para a situação atual.





Lindalva Miranda - Edição: Katya D'Angelles 



 



Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 
Copyright © 2013 - Assembleia Legislativa do Piauí