Alepi

A ASSEMBLEIA | GALERIA DE FOTOS | WEBMAIL | NOTÍCIAS | FALE CONOSCO | OUVIDORIA |
10-10-17 14:10

Francis Lopes defende a participação maior dos pais na educação dos filhos

Deputado estadual Francis Lopes (PRP)

 

A desatenção dos pais com a educação dos filhos, a influência das mídias sociais e da TV na desagregação família foram algumas das questões levantadas pelo deputado estadual Francis Lopes em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (10). O orador agradeceu ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Erivan Lopes, pela sensibilidade em atender uma proposição sua para a ampliação do número de assistentes sociais, psicólogos e outros profissionais de saúde no Judsaiciário.
Segundo Francis Lopes, existem mais de 5 mil processos aguardando para serem apreciados por falta desses profissionais, já que o número dos que existem é reduzido. “São milhares de casos em Teresina envolvendo violência contra a criança, o adolescente, a mulher. Casos de abuso, pedofilia... praticados dentro da própria família”, elencou
O deputado também abordou a violência praticada dentro das escolas, lembrando que as pessoas costumam responsabilizar as secretarias de Educação e de Segurança por esses casos.
Francis Lopes denunciou que alunos reprovados são matriculados nas séries seguintes justamente para que a Prefeitura não perca os recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação, em escolas que sequer fazem reuniões com os pais. E citou Cocal dos Alves onde a escola referência no país, por empenho dos professores, a presença e a  participação da família e a dedicação dos próprios alunos.
O deputado lembrou que durante a discussão do Plano Estadual de Educação propôs uma emenda para que as escolas realizassem pelo menos quatro reuniões anuais com os pais. E desafiou que se apresente uma escola que não tenha interatividade com as famílias onde o desempenho dos alunos seja satisfatório. “A emenda não passou por que alegaram que a proposta era impositiva, uma ditadura”. Eu já falei aqui, e não foi só uma vez, que a média de pais interessados com o desempenho dos filhos na escola é de 10%”.
 Mobieduca-me
Francis Lopes acrescentou que a secretária de Educação, Rejane Dias prometeu que até o término do mandato implantaria o Sistema Mobieduca-me. “Só que tem um porém. Na reunião que eu fiz com os professores na cidade de Ribeiro Gonçalves, eles me informaram que o sistema é excelente, mas que tem pai que recebe as informações em casa e fica chateado porque não quer ser incomodado quando é notificado de que os filhos estão cometendo algum tipo de infração ou deixando de comparecer à escola. Quando a infração é mais grave eles são notificados a comparecer à sede da escola lá eles chegam com quatro pedras na mão”. No entanto, a grande maioria dos pais aprovou o sistema, ressalta o deputado. 
O parlamentar citou o artigo de professor, pedagogo e pedagogista norte-americano Ron Clack, advertindo que "professores e educadores e não são babás", criticando os pais por deixarem atribuição da educação filhos, mas sem dar a esses professores o poder de repressão. O artigo virou filme, cujo título é “O Triunfo”, que Francis Lopes recomendou seja exibido pelas escolas.
Violência
“É fichinha os pais não frequentaram as reuniões não visitar escolas. Quando os professores começam a confidenciar falando sobre as crianças… que falam para os professores: meu pai acha que eu sou uma mulher... Quando os professores aprofundam as investigações descobrem que essas crianças estão sendo abusadas violentadas, que os pais estão matando aos poucos essas crianças. Quando o professor sugere que a denúncia seja encaminhada ao Conselho Tutelar, a diretora  argumenta que a escola vai ficar falada. Aí a criança cresce sendo violentada, entra no crime e vai descontar o que sofreu na infância e adolescência. Quando ela encontra um programa de ressocialização já na vida adulta, é tarde demais”.
Apartes
O deputado Dr. Pessoa (PSD) pediu a palavra para testemunhar a grave situação social de vivida no país e para elogiar o orador por colocar em discussão a questão familiar, a educação das crianças. “Sem referência familiar sem referência religiosa nesses primeiros passos da vida não se vai a lugar nenhum. Vossa excelência é do bem porque toca na parte mais sensível da sociedade que é a mulher a criança a família”.
O presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (PMDB), disse Francis Lopes é um deputado do qual ele gosta muito e que tem duas músicas que admira: a ida e a volta de São Paulo. 
Themístocles lembrou que Francis Lopes se destacou fora do Piauí, como o pai, Themístocles Sampaio, que de varredor de rua se formou fora do Piauí e chegou a deputado federal. 
O presidente lembrou que foi no governo de Alberto Silva, em 1971, que muitos piauienses deixaram de viajar para fora do estado para estudar e se formar, depoiis que Alberto Silva implantou a Universidade Federal do Piauí. E destacou que o tráfico de droga e de armas são responsáveis pela violência no país, ao defender o que o governo federal observe muito bem para esses dois problemas.
Shows
Francis Lopes disse que durante os shows que faz no Piauí, em São Paulo e em outros estados, ele leva mensagens questionando os pais sobre a educação dos filhos, o respeito aos mais velhos, com o tomar a benção ao dormir, ao acordar, a rezar para agradecer pelos pais, pelo alimento, pela educação… “ou estão deixando os filhos na frente da televisão para ver a novela onde não se aprende nada a não ser a desrespeitar. A TV ensina o que não presta, um monte de aberrações. Vocês não podem dar jeito na televisão, nos diretores de programação, nos autores de novelas, que colocam o mal dentro dos nossos lares. Vocês não podem dar jeito na televisão, mas podem educar os seus filhos, vocês podem dar um jeito no filho de vocês. A criança passa mais tempo em casa. Os pais têm que dar qualidade ao tempo dos filhos”.
Lopes também abordou o excesso de liberdade dos filhos no uso do celular. “Crianças hoje estão viciadas em redes sociais, em jogos eletrônicos, por negligência dos pais. Quantos pais levam os filhos da igreja pelo menos uma vez por semana? Mas a culpa não é dos pais, somente, mas de um sistema que não deu educação aos pais, aos avós. não dá a educação dos filhos hoje. A coisa está esculhambada só uma intervenção divina pode salvar a situação. Agradeço a Deus pelas oportunidades e permitido que eu fosse a São Paulo, mas meu sonho era voltar para continuar morando ao lado dos meus pais, que estão lúcidos e a quem em respeito”.
Themístocles Filho lembrou que o pai, Themístocles Sampaio, colocou telha em mais de 3 mil casas, levou água, asfalto a ruas e avenidas... “as principais obras que existem em Esperantina tem o dedo de Themístocles Sampaio”. Dr Pessoa acrescentou que o asfalto da rodovia BR-222 também foi uma luta iniciada por Themístocles Sampaio.
Francis Lopes terminou o discurso parabenizando a Dra. Maria Luiza, juíza da 1ª Vara da infância da Juventude e o presidente Erivan Lopes, do tribunal de justiça vou acatar uma sugestão para colocação de mais assistentes sociais, psicólogos no Judiciário. E avisou à população de Itainópolis, que esteve com o prefeito Paulo Lopes para tratar das obras da estrada do município vai continuar. “Logo, logo, se Deus, quiser nós, vamos estar inaugurando essa obra. E sábado e domingo agora tem a Festa do Vaqueiro em Itainópolis, cidade do meu pai, tios, primos. E estaremos cantando no domingo (15)  no final dos festejos, com o Galego Aboiador”.

A desatenção dos pais com a educação dos filhos, a influência das mídias e redes sociais - principalmente a TV - na desagregação famíliar, na violência, foram algumas das questões levantadas pelo deputado estadual Francis Lopes (PRP), em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (10). O orador agradeceu ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Erivan Lopes, pela sensibilidade em atender uma proposição sua para a ampliação do número de assistentes sociais, psicólogos e outros profissionais de saúde no Judiciário.

Segundo Francis Lopes, existem mais de 5 mil processos aguardando para serem apreciados e o número de profissionais de saúde que existe no Judiciário é reduzido. “São milhares de casos em Teresina envolvendo violência contra a criança, o adolescente, a mulher. Casos de abuso, pedofilia... praticados dentro da própria família”, elencou.

O deputado também abordou a violência dentro das escolas, lembrando que as pessoas costumam responsabilizar as secretarias de Educação e de Segurança por esses casos.

Francis Lopes denunciou que alunos reprovados são matriculados nas séries seguintes justamente para que a Prefeitura não perca os recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação. Essas escolas sequer fazem reuniões com os pais. E citou Cocal dos Alves, município no Norte do Piauí, onde as escolas são referências no país, pelo empenho dos professores, a presença e a  participação da família e a dedicação dos próprios alunos.

As Escolas Teotônio Ferreira Brandão, de ensino fundamental, e Augustinho Brandão, de ensino médio, por iniciativa do professor Antônio do Amaral, que leciona em ambas, já conquistaram destaque nacional. São mais de 100 prêmios e medalhas nos últimos sete anos, mas os benefícios não se restringem aos prêmios. Em 2010, por exemplo, os alunos de Cocal dos Alves obtiveram 100% de aprovação nas universidades públicas do Piauí.


O deputado lembrou que durante a discussão do Plano Estadual de Educação, propôs uma emenda para que as escolas realizassem pelo menos quatro reuniões anuais com os pais. E desafiou: que se apresente uma escola que não tenha interatividade com as famílias onde o desempenho dos alunos seja satisfatório.

“A emenda não passou por que alegaram que a proposta era impositiva, uma ditadura”. Eu já falei aqui, e não foi só uma vez, que a média de pais interessados com o desempenho dos filhos na escola é de 10%”, lamentou.


Mobieduca-me

Francis Lopes acrescentou que a secretária de Educação, Rejane Dias, prometeu que até o término do seu mandato implantaria o Sistema Mobieduca-me. “Só que tem um porém. Na reunião que eu fiz com os professores na cidade de Ribeiro Gonçalves, eles me informaram que o sistema é excelente, mas que tem pai que recebe as informações em casa e fica chateado porque não quer ser incomodado, quando é notificado de que os filhos estão cometendo algum tipo de infração ou deixando de comparecer à escola.
Quando a infração é mais grave eles são notificados a comparecer à sede da escola. E lá eles chegam com quatro pedras na mão”, reclamou. No entanto, a grande maioria dos pais aprovou o sistema, ressaltou o deputado. 

O parlamentar citou o artigo de professor, pedagogo e pedagogista norte-americano Ron Clarck, advertindo que "professores e educadores e não são babás". Clarck criticando os pais por deixarem atribuição da educação dos filhos, mas sem dar aos professores o poder de repressão. O artigo virou filme, cujo título é “O Triunfo”. Francis Lopes recomendou que o filme seja exibido nas escolas do Piauí.


Violência

“É fichinha os pais não frequentarem as reuniões, não visitarem as escolas. Quando os professores começam a confidenciar,  falando sobre as crianças, a gente se surpreende com o que elas falam para os professores: "meu pai acha que eu sou uma mulher". Quando os professores aprofundam as investigações descobrem que essas crianças estão sendo abusadas, violentadas; que os pais estão matando aos poucos essas crianças... Quando o professor sugere que a denúncia seja encaminhada ao Conselho Tutelar, a diretora  argumenta que a escola vai ficar falada. Aí a criança cresce sendo violentada, entra no crime e vai descontar na sociedade a violência que sofreu na infância e adolescência. Quando essa criança molestada encontra um programa de ressocialização, já na vida adulta, é tarde demais”.

Apartes

O deputado Dr. Pessoa (PSD) pediu a palavra para testemunhar a grave situação social de vivida no país e para elogiar o orador por colocar em discussão a questão familiar e a educação das crianças. “Sem referência familiar, sem referência religiosa, nesses primeiros passos da vida, não se vai a lugar nenhum. Vossa excelência é do bem porque toca na parte mais sensível da sociedade que é a mulher, a criança a família”.

O presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (PMDB), também elogiou Francis Lopes, repetindo que gosta muito de duas músicas, que falam da ida e da volta de São Paulo. Themístocles lembrou que Francis Lopes se destacou fora do Piauí, como o seu pai, Themístocles Sampaio, que de varredor de rua se formou fora do Piauí e chegou a ser deputado federal, ajudando muita gente.  O presidente ressaltou que foi no governo de Alberto Silva, em 1971, que muitos piauienses deixaram de viajar para fora do estado para estudar e se formar. "Foi Alberto Silva que implantou a Universidade Federal do Piauí".

 

O presidente também destacou que o tráfico de droga e de armas são responsáveis pela violência no país, ao defender o que o governo federal observe muito bem para esses dois problemas.

Shows


Francis Lopes lembrou que, durante os shows que faz pelo Piauí, em São Paulo e em outros estados, ele leva mensagens positivas, questionadoras, indagando o publico, os pais ali presentes, sobre a educação dos filhos, o respeito aos mais velhos, o tomar a benção ao dormir e ao acordar, a rezar para agradecer pela vida, pelos pais, pelo alimento, pela educação… “ou vocês estão deixando os filhos na frente da televisão para ver a novela onde não se aprende nada, a não ser a desrespeitar? A TV ensina o que não presta, um monte de aberrações. Vocês não podem dar jeito na televisão, nos diretores de programação, nos autores de novelas, que colocam o mal dentro dos nossos lares? Vocês não podem dar jeito na televisão, mas podem educar os seus filhos, vocês podem dar um jeito no filho de vocês. A criança passa mais tempo em casa. Os pais têm que dar qualidade ao tempo dos filhos”.

O orador também abordou o excesso de liberdade dos filhos no uso do celular. “Crianças hoje estão viciadas em redes sociais, em jogos eletrônicos, por negligência dos pais. Quantos pais levam os filhos à igreja pelo menos uma vez por semana? A culpa não é dos pais, somente, mas de um sistema que não deu educação aos pais, aos avós dessas crianças e não dá a educação a esses filhos, hoje. A coisa está esculhambada. Só uma intervenção divina pode salvar a situação. Agradeço a Deus pelas oportunidades e permitido que eu fosse a São Paulo, mas meu sonho era voltar para continuar morando ao lado dos meus pais, que estão lúcidos e a quem em respeito”.Themístocles Filho lembrou que o pai, Themístocles Sampaio, colocou telha em mais de 3 mil casas, levou água, asfalto a ruas e avenidas... “as principais obras que existem em Esperantina tem o dedo de Themístocles Sampaio”. Dr Pessoa acrescentou que o asfalto da rodovia BR-222 também foi uma luta iniciada por Themístocles Sampaio.

O deputado terminou o discurso parabenizando a juíza Maria Luiza, da 1ª Vara da Infância da Juventude, e o presidente Erivan Lopes, do Tribunal de Justiça por acatar a sua sugestão de disponibilizar mais assistentes sociais, psicólogos, psiquiátras, a serviços do Judiciário.

 

Francisc Lopes, que também é cantor, avisou à população de Itainópolis, que esteve com o prefeito Paulo Lopes em Teresina para tratar das obras da estrada do município, que vão continuar. “Logo, logo, se Deus quiser, nós vamos estar inaugurando essa obra. Sábado e domingo agora, teremos a Festa do Vaqueiro em Itainópolis, cidade do meu pai, tios e primos. E estaremos cantando no domingo (15),  no final dos festejos, com o Galego Aboiador”, avisou.

 




 



Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 
Copyright © 2013 - Assembleia Legislativa do Piauí