Alepi

A ASSEMBLEIA | GALERIA DE FOTOS | WEBMAIL | NOTÍCIAS | OUVIDORIA | Organograma |
07-08-18 12:30

Deputado destaca os 12 anos da Lei Maria da Penha

 

O deputado Francisco Limma (PT) discursou da tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (7), para lembrar os 12 anos de criação da Lei n° 11.340/2006, a Lei Maria da Penha. Limma lamentou o crescimento da violência contra mulher no Piauí no Brasil. 
O orador citou a Portaria nº 15/2017, do Conselho Nacional de Justiça, que instituiu a política de enfrentamento a violência contra as mulheres e fez uma retrospectiva da violência sofrida pela mulher que deu nome à lei.
O deputado destacou o aplicativo Salve Maria, que tem sido premiado como ferramenta de proteção à mulher. E elogiou ainda o trabalho das delegadas de PolíciaCivil, citando Anamelka Cadena, Eugênia Villa e Vilma Alves, pelo empenho no combate ao feminicídio, que representou mais da metade dos casos de violência cometidos contra a mulher no Piauí no ano passado. 
O parlamentar finalizou o pronunciamento cobrando celeridade do Judiciário no julgamento dos processos relacionados a crimes cometidos contra mulher. 


O deputado Francisco Limma (PT) discursou da tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (7), para lembrar os 12 anos de criação da Lei n° 11.340/2006, a Lei Maria da Penha. Limma lamentou o crescimento da violência contra mulher no Piauí no Brasil.

O orador citou a Portaria nº 15/2017, do Conselho Nacional de Justiça, que instituiu a política de enfrentamento a violência contra as mulheres e fez uma retrospectiva da violência sofrida pela mulher que deu nome à lei.

O deputado destacou o aplicativo Salve Maria, que tem sido premiado como ferramenta de proteção à mulher. E elogiou ainda o trabalho das delegadas de PolíciaCivil, citando Anamelka Cadena, Eugênia Villa e Vilma Alves, pelo empenho no combate ao feminicídio, que representou mais da metade dos casos de violência cometidos contra a mulher no Piauí no ano passado.

O parlamentar finalizou o pronunciamento cobrando celeridade do Judiciário no julgamento dos processos relacionados a crimes cometidos contra mulher.

 

Por Paulo Pincel
Edição: Katya D'Ângelles 

 



 



Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 
Copyright © 2013 - Assembleia Legislativa do Piauí