Alepi

A ASSEMBLEIA | GALERIA DE FOTOS | WEBMAIL | NOTÍCIAS | OUVIDORIA | Organograma |
15-05-19 13:38

Sessão solene marca os 87 anos de existência da OAB-PI

 

Atendendo a requerimento dos deputados Henrique Pires(MDB) e Themístocles Filho (MDB), a Assembleia Legislativa promoveu, na manhã desta quarta-feira (15), sessão solene em comemoração aos 87 anos de criação da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, secção Piauí.
As galerias do Plenário estavam lotadas de advogados e convidados para a sessão,  presidida pelo deputado estadual Themístocles Filho, presidente da Alepi, chamou para compor a Mesa, além do presidente Celso Barros Coelho Neto, a vice-presidente da OAB-PI, Aline Patricia; os ex-presidente Reginaldo Furtado, João Pedro Aire Moraes, Sijefroi Moreno e Álvaro Mota, dentre outros.
O presidente da Assembleia foi o primeiro a falar. “Sinto-me honrado em presidir esta sessão especial para homenagear uma das entidades mais respeitáveis que vive em função da busca de justiça”, disse Themístocles.
Para ele, cabe ao advogado promover ações em favor da cidadania. Themístocles também prestou homenagem ao avô do presidente da OAB-PI, ex-deputado Celso Barros Coelho, para ele “um ícone da advocacia piauiense e uma referência da Justiça do Estado, bem como o ex-deputado Wilson Nunes Brandão”.
O deputado Henrique Pires (MDB) falou em, seguida e começou questionando um discurso de um senador de Brasília que condenava o “quinto constitucional”, que permite o ingresso do advogado no Judiciário sem concurso.
Para Henrique Pires, a OAB é uma instituição essencialmente política e, por gostar muito de política, resolveu prestar a homenagem. Pires falou das lutas da OAB ao longo da história em defesa da democracia e dos direitos humanos, combatendo todos os atos discricionários desde 1930.
Segundo o deputado Henrique, “a OAB nunca sucumbiu aos regimes autoritários e tem se revelado o maior legado para a democracia do País. Desde então, a OAB tem sido o divisor de águas história política brasileira.
Em seguida, houve a exibição de um vídeo produzido pela OAB-PI contando a história da advocacia brasileira e piauiense, com depoimentos de todos os ex-presidentes ainda vivos.
Por último, falaram Álvaro Mota, presidente do Instituto da Advocacia do Piauí e o presidente da OAB-PI, Celso Barros Coelho Neto. O primeiro agradeceu “a nobre Casa Legislativa pela iniciativa da homenagem aos advogados piauienses”. 
Celso Barros sugeriu ao deputado Themístocles Filho, que promova uma sessão, em parceria com a OAB-PI, para comemorar os 30 anos de aprovação da Constituição do Estado. 
O presidente também agradeceu aos deputados pela promoção da sessão especial e destacou a importância da OAB na defesa dos direitos do cidadão e da sociedade. Destacou que, além de tudo que tem feito, “a OAB não se considera pronta: ainda tem muito a ser feito.

Atendendo a requerimento dos deputados Henrique Pires e Themístocles Filho, ambos do MDB, a Assembleia Legislativa promoveu, na manhã desta quarta-feira (15), sessão solene em comemoração aos 87 anos de criação da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, secção Piauí.

As galerias do Plenário estavam lotadas de advogados e convidados para a sessão,  presidida pelo deputado estadual Themístocles Filho, presidente da Alepi, chamou para compor a Mesa, além do presidente Celso Barros Coelho Neto; vice-presidente da OAB-PI, Alynne Patrício; ex-presidente Reginaldo Furtado, João Pedro Aires Moraes, Sigifroi Moreno Filho e Álvaro Mota, dentre outros.

O presidente da Assembleia foi o primeiro a falar. “Sinto-me honrado em presidir esta sessão especial para homenagear uma das entidades mais respeitáveis que vive em função da busca de justiça”, disse Themístocles.Para ele, cabe ao advogado promover ações em favor da cidadania.

Themístocles também prestou homenagem ao avô do presidente da OAB-PI, ex-deputado Celso Barros Coelho, para ele “um ícone da advocacia piauiense e uma referência da Justiça do Estado, bem como o ex-deputado Wilson Nunes Brandão”.

O deputado Henrique Pires (MDB) falou em, seguida e começou questionando um discurso de um senador de Brasília que condenava o “quinto constitucional”, que permite o ingresso do advogado no Judiciário sem concurso.

Para Henrique Pires, a OAB é uma instituição essencialmente política e, por gostar muito de política, resolveu prestar a homenagem. Pires falou das lutas da OAB ao longo da história em defesa da democracia e dos direitos humanos, combatendo todos os atos discricionários desde 1930.

Segundo o deputado Henrique, “a OAB nunca sucumbiu aos regimes autoritários e tem se revelado o maior legado para a democracia do País. Desde então, a OAB tem sido o divisor de águas história política brasileira.Em seguida, houve a exibição de um vídeo produzido pela OAB-PI contando a história da advocacia brasileira e piauiense, com depoimentos de todos os ex-presidentes ainda vivos.

Por último, falaram Álvaro Mota, presidente do Instituto da Advocacia do Piauí e o presidente da OAB-PI, Celso Barros Coelho Neto. O primeiro agradeceu “a nobre Casa Legislativa pela iniciativa da homenagem aos advogados piauienses”. Celso Barros sugeriu ao deputado Themístocles Filho, que promova uma sessão, em parceria com a OAB-PI, para comemorar os 30 anos de aprovação da Constituição do Estado. 

O presidente também agradeceu aos deputados pela promoção da sessão especial e destacou a importância da OAB na defesa dos direitos do cidadão e da sociedade. Destacou que, além de tudo que tem feito, “a OAB não se considera pronta: ainda tem muito a ser feito.


Edmundo Moreira - Edição: Caio Bruno



 



Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 
Copyright © 2013 - Assembleia Legislativa do Piauí