Entidades e ambientalistas defendem campanha permanente de combate às queimadas
14/10/2021 10h01

Durante audiência pública realizada nesta quarta-feira (13), na Assembleia Legislativa do Piauí, ambientalistas e representantes de entidades sociais cobraram do Poder Público uma campanha permanente de combate aos incêndios no Piauí, que registrou, apenas em 2021, 10.755 focos de incêndio, segundo dados do Ministério Público. A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAR) não enviou representantes para a reunião.

A proponente da discussão, deputada Teresa Britto (PV), cobrou a instalação de brigadas do Corpo de Bombeiros emergencialmente nos municípios com maiores registros de queimadas, bem como aumento do efetivo da corporação, que hoje tem um déficit de mais 1.100 bombeiros. A parlamentar também cobrou o uso de recursos na ordem de R$ 12 milhões de um Fundo Estadual voltado especificamente para situações de emergência ambiental.

“O Piauí literalmente pegando fogo e o governador Wellington Dias sequer usa recursos que já estão disponíveis para combater as queimadas. A prova do descaso do Governo com o meio ambiente é tão grande que nenhum representante da SEMAR compareceu à audiência”, lamenta.

A promotora de Justiça Áurea Madruga, do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente do Ministério Público, reforçou a importância de aparelhar o Corpo de Bombeiros, bem como a necessidade de se unir esforços para o combate aos incêndios. “Precisamos trabalhar de maneira integrada com o Governo, prefeituras, órgãos de controle e população. Temos que unir forças para reduzir esses altos índices”, comenta.

Dentre os encaminhamentos da audiência estão a Instalação de brigadas do Corpo de Bombeiros nos municípios com maiores registros de queimadas; aumento da estrutura e do efetivo do Corpo de Bombeiros, que hoje tem déficit de mais 1.100 bombeiros; uso de recursos na ordem de R$ 12 milhões de um Fundo de Estruturação do Corpo de Bombeiros; Convocação da APPM para que os prefeitos municipais atuem de forma integrada com o Estado; efetivação da Lei 5.906/2009, que dispõe sobre a estruturação e aparelhamento do Corpo de Bombeiros; e criação de Comissão para acompanhar os encaminhamentos da audiência e demais atividades.

Também participou da audiência pública o tenente-coronel José Veloso, representando o Corpo de Bombeiros, além de representantes da OAB-PI, SEMAM e lideranças comunitárias.


Ascom Deputada Teresa Britto - Edição: Katya D'Angelles

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí