Comissão Territorial define encaminhamentos para audiência pública
23/09/2019 12h44

 

CETE define encaminhamento da Audiência pública
A Comissão de Estudos Territoriais da Assembleia legislativa sob a presidência do deputado Francisco Franzé (PT) definiu hoje (23) detalhes da audiência pública da próxima quarta-feira dia (25) que irá discutir a questão do litígio das terras do Piauí com o vizinho estado do Ceará.
Ficou decidido que o deputado Francisco Franzé fará a abertura e apresentação da audiência pública, que irá contar com a presença de prefeitos, presidentes de Câmaras Municipais; e outros convidados.
O primeiro a fazer uso da palavra será o jornalista Fenelon Rocha. Ele irá abordar a parte histórica do Piauí com o Ceará. Irá mostrar a disputa documental e, a outra simbólica. Fenelon disse que “esse território sempre foi do Piauí desde o século 16.” Há um documento que 1920 que mostra que “ é necessário a realização de uma auditoria”.
A história e a parte geográfica do Piauí com o Ceará será apresentada pelo geografo Eric Melo. Segundo ele, “o Piauí perdeu terras para o Maranhão por questões de litígio” de 1825 a 1845. Também será mostrado o litígio do Piauí com o estado do Ceará.
Será apresentado, na ocasião, mapas topográficos dos rios que envolve as questões de litígios do Piauí com o Ceará, além de outros mapas do IBGE com áreas de litígio.
O Procurador do Estado do Piauí, Luís Felipe Ribeiro, adiantou será o terceiro orador da audiência pública da CETE. Ele irá discorrer sobre a parte jurídica do Piauí com o Ceará. Ele disse que o litígio tramita no STF em três áreas de litígios desde 1920 para saber a quem pertence as terras, se ao Piauí ou ao Ceará.
Marcos Pinheiro fará apresentação da parte técnica, representando a Secretaria de Planejamento do Estado do Piauí, depois, o Secretário Antônio Neto. Em seguida, o deputado Francisco Franzé dará a palavra aos convidados.
Emerson Brandão - (23/09/2019)

A Comissão de Estudos Territoriais da Assembleia Legislativa (CETE) definiu hoje (23) os detalhes da audiência pública da próxima quarta-feira dia (25) para discutir o litígio entre o Piauí e o Ceará.

O deputado Franzé Silva, que presidente a Comissão, fará a abertura da audiência pública, que vai contar com a presença de prefeitos e presidentes de Câmaras dos municípios localizados nas áreas em litígio, que também poderão se manifestar.

O primeiro a fazer uso da palavra será o jornalista Fenelon Rocha, para abordar a parte histórica da disputa, com a parte documental. “Esse território sempre foi do Piauí desde o século 16.  Há um documento que 1920 que mostra que  é necessário a realização de uma auditoria”, explicou o jornalista.

A história e a parte geográfica do Piauí com o Ceará será apresentada pelo geografo Eric Melo. Segundo ele, “o Piauí perdeu terras para o Maranhão por questões de litígio” de 1825 a 1845. Também será mostrado o litígio do Piauí com o estado do Ceará.

Será apresentado, na ocasião, mapas topográficos dos rios que envolve as questões de litígios do Piauí com o Ceará, além de outros documentos do IBGE com áreas de litígio.

O procurador do Estado do Piauí, Luís Felipe Ribeiro, será o terceiro orador da audiência pública da CETE para discorrer sobre a parte jurídica da disputa entre o Piauí e o Ceará. O procuradore disse que o litígio tramita no STF em três áreas de litígios desde 1920 para saber a quem pertence as terras, se ao Piauí ou ao Ceará.

Marcos Pinheiro, da Secretaria de Estado do Planejamento, 
fará apresentação da parte técnica, seguida de uma exposição do secretário de Planejamento Antônio Neto. Em seguida, o deputado Francisco Franzé vai ouvir os convidados.


Emerson Brandão - Edição: Katya D'Angelles 

Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 Copyright © 2019 - Assembleia Legislativa do Piauí