Alepi

A ASSEMBLEIA | GALERIA DE FOTOS | WEBMAIL | NOTÍCIAS | OUVIDORIA | Organograma |
22-10-21 12:02

Sessão solene na Assembleia Legislativa vai homenagear Paulo Freire

Deputado estadual Francisco Limma (PT)

 

Assembleia vai ter sessão solene em homenagem a Paulo Freire
A Assembleia Legislativa vai realizar uma sessão solene em homenagem ao educador Paulo Freire, que se estivesse vivo teria comemorado 100 anos no dia 19 de setembro passado. A iniciativa é do deputado estadual Francisco Limma (PT), um dos defensores do ideário educacional do filósofo que revolucionou a educação brasileira. O requerimento foi aprovado na sessão de quinta-feira passada, dia 20. A data do evento ainda será marcada.
“Paulo Freire foi o educador e filósofo brasileiro considerado um dos pensadores mais notáveis na história da pedagogia mundial, tendo influenciado o movimento chamado pedagogia crítica. É também o patrono da educação brasileira”, explica.
Limma afirma que Paulo Freire tornou-se uma inspiração para gerações de professores, especialmente na América Latina e na África. O talento como escritor o ajudou a conquistar um amplo público de pedagogos, cientistas sociais, teólogos e militantes políticos quase sempre ligados a partidos de esquerda.
“Paulo Freire contribuiu com uma filosofia de educação que veio não só das abordagens mais clássicas decorrentes de Platão, mas também da fenomelogia-existencial, de pensadores marxistas e anticolonialistas modernos”, diz.
E completa: “De muitas maneiras a sua obra Pedagogia do Oprimido (1970) pode ser melhor lida como uma extensão ou resposta aos Condenados da Terra (1961), de Franz Fanon, que enfatizava a necessidade de dotar as populações nativas com uma educação que era ao mesmo tempo nova e moderna, em vez de tradicional, e anticolonilal e não apenas uma extensão da cultura do colonizador”, encerra.
Durvalino Leal
 

A Assembleia Legislativa vai realizar uma sessão solene em homenagem ao educador Paulo Freire, que se estivesse vivo teria comemorado 100 anos no dia 19 de setembro passado. A iniciativa é do deputado estadual Francisco Limma (PT), um dos defensores do ideário educacional do filósofo que revolucionou a educação brasileira. O requerimento foi aprovado na sessão de quinta-feira passada, dia 20. A data do evento ainda será marcada.

“Paulo Freire foi o educador e filósofo brasileiro considerado um dos pensadores mais notáveis na história da pedagogia mundial, tendo influenciado o movimento chamado pedagogia crítica. É também o patrono da educação brasileira”, lembrou.

Limma afirma que Paulo Freire tornou-se uma inspiração para gerações de professores, especialmente na América Latina e na África. O talento como escritor o ajudou a conquistar um amplo público de pedagogos, cientistas sociais, teólogos e militantes políticos quase sempre ligados a partidos de esquerda.

“Paulo Freire contribuiu com uma filosofia de educação que veio não só das abordagens mais clássicas decorrentes de Platão, mas também da fenomelogia-existencial, de pensadores marxistas e anticolonialistas modernos”, citou.

E concluiu: “de muitas maneiras a sua obra Pedagogia do Oprimido (1970) pode ser melhor lida como uma extensão ou resposta aos Condenados da Terra (1961), de Franz Fanon, que enfatizava a necessidade de dotar as populações nativas com uma educação que era ao mesmo tempo nova e moderna, em vez de tradicional, e anticolonilal e não apenas uma extensão da cultura do colonizador”, ressaltou o parlamentar.

Durvalino Leal - Edição: Katya D'Angelles

 

 



 



Av. Mal. Castelo Branco, 201 - Cabral - Teresina/PI (86) 3133-3022 
Copyright © 2013 - Assembleia Legislativa do Piauí